top of page
Buscar

Entrevista: Alevtina fala sobre sua carreira e como está sendo a volta aos palcos


Follow @p4producoes

Matéria: Guilherme Fonseca // @listengibby


Alevtina é a Host da P4 Radio Show desta semana, ela faz parte da nova onda no cenário da música eletrônica ucraniana. Coloca sua alma, suas emoções constantes em tudo que faz e em uma seleção musical espetacular. Sempre foi fiel ao seu gosto musical e isso fortaleceu sua habilidade de se destacar da multidão.

Em 2016, começou a desenvolver seu papel como produtora musical, refinando seu som em uma combinação única de old school e acid house, break e techno. Em agosto de 2016 ela lançou o primeiro álbum "Mars" pelo selo ucraniano Dear Deer Records. Ela foi convidada de uma das populares rádios espanholas "IBIZA Global Radio", também na “Dj Mag“ no estúdio Arjaus, “Data Transmission“ .

Alevtina já se consolidou como uma pessoa elegante da música eletrônica, de estilo poderoso e groovy, sempre conectada com o público. Seu estilo energético único a tornou rapidamente perceptível.


Voltar aos palcos é algo que tem sido emocionante e empolgante para DJs de todos os lugares, e isso certamente não é diferente para Alevtina.


GF: Olá Alevtina, obrigado por se juntar a nós hoje, sabemos que você é residente do SkyBar em Kiev, conte-nos quais são as características mais marcantes da cena da música eletrônica ucraniana?

No momento, a eletrônica ucraniana está se desenvolvendo rapidamente. Só neste verão, hospedamos mais de 10 festivais, como (White Nights, Atlas Weekend, Brave factory, Wave Spot). Projetos grandes como "Ibiza" Odessa, Kureni, Closer, Skybar convidam constantemente os melhores artistas da cultura eletrônica para suas festas. Posso listar aqueles que me lembro da última temporada (Solomun, Maceo Plex, Black Coffee, Tale Of Us, WhoMadeWho, Monolink, Stephan Bodzin, Sven Väth, Ricardo Villalobos, ARTBAT, Jamie Jones, Âme). O clube na rua Kirilovskaya é visitado por pessoas de toda a Europa e até clubbers de Berlim dizem que não é inferior em nível ao Ligendaron "Berghain".


GF: Como tem sido voltar a fazer shows de verdade depois de ficar longe por tanto tempo? Qual foi o momento mais memorável?

Bem, para mim foi realmente incrível voltar a sentir a vibração das pessoas , compartilhando energia, não apenas no YouTube, mas estar conectado novamente.


GF: Há quanto tempo você começou a se apresentar como DJ? Quais são suas maiores referências musicais? E o que, ou quem, foi o catalisador que o trouxe para essa forma de arte?

Estou na música como DJ já com 8 anos. Desde a infância fui inspirada por grandes artistas como George Michael, Michael Jackson, Madonna e Depeche Mode. Sempre gostei de ritmos disco e electro pop, então sempre há referências desses estilos em minhas mixagens.


GF: Quais são alguns dos principais momentos de sua carreira que a elevaram até onde você está hoje?

Não me lembro de momentos específicos, foram muitos, mas posso dizer com certeza que passei muitas noites e dias sem dormir.


GF: Como produtora musical, quais são as suas maiores conquistas?

Provavelmente posso mencionar meus dois primeiros lançamentos no Glasgow Underground e Snatch! Records.



GF: O que o seu público pode esperar e o que você quer que eles sintam durante sua apresentação?

Acho que procuro fazer uma viagem, que vai depender do lugar, do meu humor e o mais importante são as pessoas ao redor. Mas geralmente adoro quando as pessoas estão simplesmente felizes.


GF: Você pode nos contar quais são seus próximos planos e o que podemos esperar da Alevtina este ano?

Ah, claro, em breve teremos lançamentos no Happy Techno e EP no selo RIM, onde vocês podem encontrar remixes de Reblok e Italobros na minha faixa que fizemos com o incrível vocalista Anetti. E em setembro no Skybar teremos Dennis Cruz, tocarei antes dele, então fiquem ligados!


GF: Desde que começou a tocar, você certamente já se apresentou em várias festas. Consegue escolher qual foi o show mais memorável que você tocou?

Com certeza foi na Argentina, onde toquei durante 7 horas, ainda me lembro disso, a multidão estava "WOW".


GF: Três coisas que você gostaria de dizer às pessoas que estão te conhecendo agora?

- Nunca duvide de suas preferências musicais;

- Existe competição em tudo no mundo, então nunca desista, caso contrário você não saberá qual troféu o espera no final da jornada;

- Faça o que ama, ame o que faz.



Clique aqui para ouvir a edição da P4 Radio Show desta semana com Alevtina.


Siga Alevtina em suas redes sociais: Facebook, Instagram, Soundcloud, Youtube.


bottom of page