top of page

AFRO HOUSE : CONHEÇA MAIS SOBRE ESSA VERTENTE CHEIA DE HISTÓRIA E CULTURA.

Uma vertente cujos elementos são tão conectados à cultura brasileira, não seria difícil prever que o som conquistaria os nossos corações.


Matéria: Marina Valois // @_nivadj

Edielle Carvalho // @_edielle


O Afro House tem se tornado cada vez mais popular no Brasil. O gênero é uma subvertente do House Music e foi criado como uma forma de representar a cultura e a história dos povos africanos através da música. As batidas contínuas e os ritmos tribais criam uma energia contagiante, o que o torna tão atraente e especial.


Uma das principais referências é o DJ e produtor sul africano Black Coffee que está cada vez mais presente nos lines de festas no Brasil. O artista começou a explorar o ritmo na década de 1990 e foi a partir de 2010 que ultrapassou as barreiras do continente e se popularizou por inúmeros países.


No Brasil, o Afro House segue ganhando destaque e tem sido adotado por muitos DJs e produtores que buscam trazer uma experiência musical diferenciada para o público. A música tem sido uma forma de valorizar a cultura africana e também trazer mais representatividade para a cena brasileira.


Uma das características marcantes do Afro House no Brasil é a presença de instrumentos de percussão que são coroados por vocais em português. As batidas de tambores e outros instrumentos africanos se misturam com elementos da música brasileira, criando uma atmosfera única.

Exemplo disso é o trabalho desenvolvido por Carolina Ribeiro, a produtora e DJ musical Curol. A brasileira tem lançado singles desde 2019 e ocupou as principais posições das playlists de EDM e Brazilian House do Spotify com suas produções.





Recentemente Curol lançou o single ‘Oxum’, assinado pela sua própria gravadora, a Nature RCD. A canção é uma reverência à orixá, popularmente conhecida por ser a deusa das águas doces, e tem feito sucesso nas pistas.




Outro artista que vem ganhando destaque com a vertente é Thomaz Prado, o produtor e DJ por trás do projeto Maz, brasileiro que atingiu a 10ª posição mundial do gênero Afro House no ranking do Beatstats, plataforma que classifica artistas, gravadoras e faixas com base nas posições das tracks do Top 100 de cada gênero no Beatport.





Desde o lançamento do remix de Maz para "Banho de Folhas", original de Luedji Luna, o artista mostra como a junção do Afro House com o vocal de uma música brasileira dá certo, e faz tanto sucesso que elevou a track para níveis internacionais, onde até mesmo o cantor Drake foi flagrado curtindo o remix da música em uma festa.


A imensa possibilidade sonora que o movimento oferece não deixa dúvidas que o Afro House é uma crescente de sucesso não só no Brasil, mas no mundo todo. Temos certeza que seguirá conquistando, cada vez mais, os artistas e o público. Ler também: Deixando sua Marca na Música Eletrônica: Entrevista com Niva



Comments


bottom of page